Morreu o desenhista Stan Goldberg

O desenhista Stan Goldberg, de 82 anos, faleceu no último dia 31 de agosto, em Nova York, nos Estados Unidos

Morreu o desenhista Stan Goldberg

A informação foi divulgada por Mark Evanier. Goldberg sofreu um derrame cerebral há duas semanas e estava hospitalizado. A família do artista também publicou uma nota sobre o óbito.
Stanley “Stan” Goldberg nasceu no dia 5 de maio de 1932. Sua carreira nos quadrinhos começou em 1949, quando trabalhava na Timely Comics (a editora que antecedeu a Marvel Comics) como colorista. Em pouco tempo, ele assumiu a gerência do departamento de colorização e passou a fazer não apenas cores para as páginas de quadrinhos, mas também para as capas dos títulos. Ele permaneceu nesse trabalho por mais uma década (quando a Timely assumiu o nome de Atlas).
Na década de 1950, desenhou algumas histórias de horror para a Atlas, como The Cave of Death, publicada em Marvel Tales # 109, em 1952. Em 1958, no período da crise dos quadrinhos – quando a Marvel demitiu praticamente todos os seus artistas -, Goldberg passou a atuar como freelancer.
No início da década de 1960, ele era o colorista de revistas importantes da Marvel e, em conjunto com Steve Ditko e Jack Kirby, ajudou a criar a combinação de cores para personagens como Homem-Aranha, Quarteto Fantástico e o Incrível Hulk.
Como desenhista, ele atuou em revistas de humor voltadas para o publico feminino, como Kathy the Teenage Tornado e Millie the Model. Seu trabalho para a Marvel terminou em 1969.
Depois de um período de apenas três anos na DC Comics – ilustrando Date with Debbie, Swing with Scooter e Binky -, Stan Goldberg passou a desenhar para a Archie Comics.
Esse é o ponto alto de sua carreira, trabalhando com Archie, Betty, Veronica, Jughead e Reggie, ao lado de artistas como Dan DeCarlo e Henry Scarpelli. De 1975 a 1980, ele desenhou as tiras dominicais de Archie.

Archie Comics - Stan Goldberg

Goldberg foi o principal desenhista de Archie Comics, de 1994 a 2006 – fazendo mais de 250 edições consecutivas da revista. Ainda em 1994, ele fez o crossover Archie Meets the Punisher, uma edição especial com o Justiceiro, da Marvel. Outras revistas nas quais atuou incluem: Archie and Me, Betty, Betty and Me, Everything’s Archie, Life with Archie, Archie’s Pals ‘n’ Gals, Archie at Riverdale High, Laugh, Pep Comics e Sabrina The Teenage Witch.

Em 1986, desenhou a edição especial educativa Archie’s Ham Radio Adventure e em 1990, a HQ de Archie ligada ao filme To Riverdale and Back Again. Goldberg também desenhou as edições nas quais Archie se casa primeiro com Veronica e depois com Betty. A editora Abrams ComicArts reimprimiu essas aventuras num encadernado de capa dura.

Seu último trabalho para a Archie Comics foi publicado entre 2009 e 2010, incluindo uma aventura em seis partes em Archie # 600 a # 605, Life With Archie # 1 e Tales from Riverdale Digest # 39. Essas histórias marcam o fim de uma relação de mais de 40 anos entre Goldberg e a Archie.
Depois de tantos anos, Stan Goldberg foi vagarosamente empurrado para fora, recebendo cada vez menos trabalho, de maneira similar com o que foi feito com Dan De Carlo, outro gigante da Archie. Celebrando a carreira de Goldberg, a IDW publicou, em 2010, uma edição de 160 páginas: Archie – The Best of Stan Goldberg.
Após a sua saída da Archie, Goldberg ainda fez diversas capas e algumas HQs, como a variante para FF # 1, da Marvel, em 2011; Love and Capes – Ever After #5, da IDW; e a paródia Everything’s Bartchie!, em Simpsons Comics # 183.
Seu trabalho mais recente é a HQ Nancy Drew and The Three Stooges, da editora Papercutz.
Em outubro próximo, a Marvel incluirá uma HQ do artista no especial Marvel’s 75th Anniversary Special. That Parker Boy tem roteiro de Tom DeFalco, arte de Goldberg (no estilo Archie Comics) e arte-final de Scott Hanna.
Em 2013, Goldberg sofreu um acidente de carro, com sua esposa Pauline, do qual ambos se recuperaram. Uma de suas últimas aparições públicas ocorreu em maio deste ano, quando ele e a esposa participaram de um encontro da National Cartoonists Society, em San Diego, Estados Unidos.
O último trabalho de Goldberg foi feito para um leilão de caridade beneficiando a entidade East End Hospice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *