DC reconta a origem de Superman em HQ para reorganizar a cronologia

DC Comics usa a edição #977 de Action Comics para reorganizar a mitologia

Depois da HQ que “apagou” os Novos 52 e uniu as duas versões do Superman, pré e pós-Novos 52, assim restabelecendo o Homem de Aço casado com Lois Lane que esteve nos quadrinhos entre os anos 1990 e 2000, agora a DC Comics usa a edição #977 de Action Comics para reorganizar a mitologia que vale.
Na HQ escrita por Dan Jurgens, Kal-El vai até a Fortaleza da Solidão para usar os cristais da memória de Krypton e relembrar seu passado. A primeira mudança é que Krypton volta a ser, como na Era de Prata dos Quadrinhos (a partir dos anos 1950), um planeta de “verdadeiro maravilhamento e altas realizações”.

A ideia de que Krypton era um lugar dedicado à ciência mas de emoções frias, estabelecida nos anos 1980 e resgatada nos Novos 52, parece ficar em segundo plano na nova ordem (embora figurantes apareçam usando as tiaras com cristais que John Byrne criou na reformulação após Crise nas Infinitas Terras em 1986).
Além de reafirmar que Kal-El nasceu em Krypton e foi mandado para a Terra num foguete quando era bebê, a edição mantém o consagrado: Martha e Jonathan Kent encontram a nave enquanto dirigiam e escondem o bebê como seu por um tempo. Clark cresce tendo Lana Lang e Pete Ross como melhores amigos, e Lex Luthor como rival na juventude.

Clark já desenvolve poderes na adolescência, que Lana descobre. Já no Planeta Diário, nos dias atuais, todos sabem que Clark e Lois são casados e têm um filho, tendo Perry como padrinho. Isso apaga tudo o que foi estabelecido nos Novos 52 no núcleo do jornal, e, como esperado, a edição não sublinha nada de notável que tenha sobrado da cronologia do Superman dos Novos 52.
Agora o casal deve deixar a fazenda onde Clark e Lois viviam desde que retornaram às HQs, já que eles planejam se mudar para Metrópolis novamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


nove + 4 =