Torpedo 1972, de Abulí e Risso da Editora JBraga

Torpedo 1972 é uma continuação do clássico Torpedo 1936, recentemente lançado por aqui pela editora Figura.

A série foi criada por Abulí e pelo desenhista norte-americano Alex Toth em 1981, mas esse último deixou a publicação após as duas primeiras histórias e foi substituído pelo também espanhol Jordi Bernet. Clique e saiba mais

Panini lança edição especial dos 60 anos do Cebolinha

Panini Comics publicará o especial Cebolinha 60 anos – Dono da “lua” (formato 20,5 x 27,5 cm , 160 páginas, capa dura).


O menino franzino, com cabelos espetados e mente inquieta viveu tantas aventuras que seria praticamente impossível colocar em palavras. Seus planos infalíveis surgiram nas tiras de jornais, passaram por tabloides até que ganhassem sua própria revista. Clique e saiba mais

El Último Detective, da editora Conrad. Quadrinho chileno de Geraldo Borges e Claudio Alvarez

El Último Detective, criação do desenhista brasileiro Geraldo Borges com o roteirista chileno Claudio Alvarez, publicado no Chile, onde os autores moram.

Os dois também são os fundadores da ArtistGO!, uma agência de talentos sediada no Chile que gerencia a carreira de artistas.
Conta ainda com cores do também brasileiro Arthur Hesli (Natal/RN) e os letristas originais são os chilenos Maycols Alfaro e Bernardo Briceño. Clique e saiba mais

Balão Editorial lança: Aconteceu Comigo, de Laura Athayde

A revista tem formato 15 x 21 cm, 80 páginas, capa cartonada.

A autora convida o leitor a conhecer as histórias de 70 mulheres anônimas. Seus relatos, adaptados para a linguagem dos quadrinhos, revelam dores, desejos e afetos que tornam as suas vivências únicas e, ainda assim, permitem que nos identifiquemos com elas. Clique e saiba mais

Nathan Never pela editora Graphite

Nathan Never – Volume 1 (formato 17 x 23 cm, 336 páginas, capa cartonada com orelhas), por Michele Medda, Antonio Serra e Bepi Vigna.

As histórias do personagem mesclam o clássico policial urbano, a estética noir e o drama, com incursões ocasionais por outros gêneros, como o suspense político, o terror de sobrevivência e a space opera. Suas aventuras transcorrem em um futuro após uma terrível catástrofe com o magma do núcleo terrestre em 2024, evento que fez o mundo atrasar seu calendário em 78 anos, trazendo a Terra de volta ao ano de “1946”, a fim de implementar uma espécie de “renascimento psicológico”. Clique e saiba mais