Eisner Awards | Rafael Albuquerque está entre os indicados ao principal prêmio dos quadrinhos

Confira todos os indicados

O brasileiro Rafael Albuquerque foi indicado ao Eisner Awards 2017 na categoria Melhor Publicação focada no público adolescente entre 13 e 17 anos pelo seu trabalho em Batgirl ao lado de Hope Larson. Esta é a mais importante premiação dos quadrinhos nos Estados Unidos, considerada o Oscar da nona arte.

O principal destaque deste ano é The Art of Charlie Chan Hock Chye, da Pantheon. Publicada originalmente em Singapura, o quadrinho conta a história do país de 1950 até os dias de hoje nos olhos de um cartunista ficcional. Ele está indicado em seis categorias:  Melhor edição americana de material estrangeiro (asiático), Melhor Roteirista/Artista, Melhor álbum gráfico (inédito), Melhor Colorista e Melhor design de publicação. Clique e saiba mais

Eight, de Rafael Albuquerque, chega ao Brasil numa parceria entre Panini e Stout Club

Publicação deve estar disponível para vendas em janeiro

eight
O quadrinhista brasileiro Rafael Albuquerque publicou seu trabalho autoral Eight pela editora Dark Horse, nos Estados Unidos. A história é baseada em Tune 8, webcomic que saía na seção de quadrinhos do portal IG Jovem, no início desta década, e que chegou a ganhar versão impressa.

A publicação retorna para o mercado brasileiro em uma parceria entre a Panini Comics e a Stout Club, selo criado no ano passado pelo próprio Rafael, ao lado de Deb Dorneles e Rafael Scavone. Clique e saiba mais

Vampiro Americano: Nova história da revista será desenhada por Roger Cruz

O artista brasileiro desenhará uma história em duas partes chamada The Nocturnes

Vampiro Americano: Nova história da revista será desenhada por Roger Cruz

Roger substituirá o artista regular e cocriador do título, o também brasileiro Rafael Albuquerque. E a indicação de Roger Cruz para o editor Mark Doyle foi do próprio Rafael. “Ele me telefonou um dia e perguntou se eu conhecia o trabalho do Roger. Respondi que sim, era o cara que já havia feito X-Men. Mas como Rafael me disse e eu rapidamente descobri, aquele não era o estilo ‘verdadeiro’ dele”, disse Doyle para o blog da Vertigo. Clique e saiba mais