50 anos da Turma da Mônica: Turma do Penadinho

Conheça os personagens “assustadores” das histórias do Penadinho

Turma do Penadinho
A série do Penadinho (nome que vem de alma penada), foi criada para desmistificar os medos e pavores que cercaram a nossa infância, ou ainda cercam a infância de milhares de crianças em vastas áreas deste país.
Sou do tempo em que minha avó nos passava a certeza da existência dos sacis, almas penadas e lobisomens em verossímeis histórias.

Ainda me lembro dos arrepios, do eriçar dos cabelos da nuca, do medo de ficar sozinho, medo da escuridão que sentia após ouvir essas histórias. Até que a coisa foi ficando pra trás, meio como lembranças de infância, e os medos mudaram de nome e de cara, na vida adulta.
Mas a memória dessas histórias contadas na infância e dos personagens que as viveram ficou.
Daí resolvi criar a Turma do Penadinho. Com o acréscimo de algumas figuras que não constavam nas velhas histórias. Como o Muminho, o Frankstein (Frank) e um ou outro alienígena.

Quanto ao personagem Dona Morte sugerir o que sinto a respeito do nosso final de vida…
Até que eu gostaria de pensar numa morte que chega com um papo, uma explicaçãozinha, uma marquinha no caderno dizendo que chegou a nossa hora. Seria mais “humano” do que acontece na real. Principalmente se soubéssemos que há vida depois da morte: no cemitério do Penadinho — uma espécie de limbo, área de espera — ou em outro sítio mais pra cima ou pra baixo (este último não desejado, lógico).

Os leitores, por outro lado, devem encarar, cada um à sua maneira, nossas “brincadeiras” com a coisa séria que é a morte. É um tema, um assunto, que cada um trata ao seu jeito.
A nossa proposta é que a morte… ou a Dona Morte, não seja levada tão a sério… enquanto não nos encontramos com ela.
Os aspectos visuais são os clássicos de inúmeras histórias, de contos, de filmes: uma figura sombria, escondida sob vestes compridas, capuz que quase esconde o rosto e uma foice de ceifar vidas.

Personagens da Turma do Penadinho

No nosso caso, joguei o rosto mais pra fora do capuz e botei ali uma caveira. O que convém ao personagem.
Quanto aos aspectos morais, Dona Morte está à vontade na sua missão. Faz o que gosta e o que pode para cumprir sua “cota” e evitar a superpopulação.
Mas tenho evitado transformá-la, nas histórias, numa figura assassina. Agressiva.
Um toque do alto do cabo de sua foice já transforma o “escolhido” em fantasma.
Temos evitado, também, roteiros com menções a catástrofes ou desastres que tenham acontecido realmente e que ainda estejam marcando desagradavelmente a lembrança dos leitores.
Aqui ou ali temos “humanizado” o personagem com momentos de vaidade e preocupação com o vestuário.

Personagens da Turma do Penadinho

Penadinho; Um fantasma baixinho. Geralmente não faz nenhuma maldade, mas às vezes sai para assustar pessoas com seus amigos. É revelado em uma história que tinha pernas altas, mas ficou atarracado, como todos o conhecem, no momento de sua morte: enquanto dirigia seu carro, entrou por acidente num ferro-velho e caiu em um compactador de metais, que o esmagou fatalmente. Há também outra versão de sua morte, a de que ele estava praticando mergulho sub-aquático, quando veio um tubarão e comeu a cabeça dele.

Dona Morte: Representação da morte, sempre muito atarefada. É uma das personagens centrais e principais das histórias do Penadinho. Aparece na maioria das histórias, com ou sem Penadinho e sua Turma, já que aparece por vezes em histórias individuais suas também. Mesmo sendo uma personificação do Ceifador Sinistro, a Morte propriamente dita, ela é uma criatura caridosa e inofensiva.

Muminho: É o habitante mais velho no cemitério.Deve ter comemorado uns três mil anos de morte. Mas continua alegre, bom companheiro da Turma do Penadinho e ainda com uma aparência de menino, apesar das “ataduras”. Ninguém sabe como veio parar no cemitério. Talvez tenha caído do caminhão de mudanças do museu. Aparentemente é o melhor amigo de Penadinho.

Zé Vampir: Um vampiro meio atrapalhado que sempre tenta sugar sangue de alguma vítima, mas geralmente se dá mal. É um dos grandes amigos de Penadinho. Apesar disso não leva aos extremos sua sede por sangue. Também não é homossexual, já que só suga mulheres. Paródia do Drácula de Bram Stoker

Nefasta: Namorada do Zé Vampir.

Cranícola: Uma cabeça de caveira que fica sobre uma pedra. Sonha em ter um corpo próprio e serve de bola para as “peladas” da turma.

Frank: Um ser criado pelo dr. Frankestóim. Tem muitos dispositivos e geringonças diferentes guardados na cabeça. Só não é lá muito inteligente.Sátira do Frankenstein de Mary Shelley

personagens do Penadinho

Doutor Frankestóim: O criador, construtor e idealizador do Frank. Trata a sua cria com todo bom pai.

Alminha: Uma fantasminha bonitinha, nada assustadora, que faria o coração do Penadinho bater mais rápido (se ele tivesse um).Todos no cemitério acham que ela é, realmente, a namoradinha do Penadinho. Até que a reencarnação os separe.

Lobisomem: Sabe aquela lenda de que nas noites de lua cheia um homem se transforma em lobo? Bem, com o nosso personagem acontece exatamente isso.O Lobisomem é meio lobo e meio homem e costuma sair à noite para tentar morder alguém.Parece assutador, mas não é bem assim. Nosso Lobisomem é um sujeito calmo, romântico e meio atrapalhado. Por causa disso, a única coisa que consegue atacar é um osso.

Pixuquinha: Criancinha fantasma que vive fazendo estripulias pelo cemitério.Penadinho está sempre ajudando a tirá-lo de enrascadas.

Zé Finado: Coitado, até parece que morreu e não sabe. O Zé Finado é assim mesmo. Até agora, não sabe como, quando, nem por que morreu. Sujeito bacana, está sempre disposto a ajudar os outros. Vive numa covinha modesta no meio do cemitério e é amigão do Penadinho.

Zé Caveirinha: Tem um grande problema nas juntas. Qualquer soprão, cutucão, batida faz com que ele se desmonte todo.

personagens do Penadinho

Cegonha: “concorrente” de Dona Morte, responsável pela reencarnação.

Zé Cremadinho: Um amontoado de pó que vive se dispersando.

Zé Pirata: Acha que o cemitério é um navio e seus habitantes sua tripulação.

Zé Coveiro: O Zelador e responsável pelo Cemitério. É amigo de toda a turma.

Diabão: Responsável pelo inferno.

Chico Defum: Um pouco de espírito de porco, vive colocando os outros em roubadas e faz brincadeiras de mau gosto

personagens do Penadinho

 

Veja as revistas do Penadinho no site do Mania de gibi

Revistas do Penadinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *