Fernando Gonsales

Conheça o criador do Níquel Náusea

Fernando Gonsales
Fernando Gonsales é um cartunista brasileiro, cujo principal personagem é o rato Níquel Náusea – nome que também intitulada a tira de jornal em que aparece.
Nascido em 3 de fevereiro de 1961, na cidade de São Paulo, formou-se em Veterinária, na turma de 1983 da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP e em Biologia, na turma de 1998/1999 do Instituto de Biociências da mesma universidade. Graças a essa formação, muitas vezes insere informações científicas em quadrinhos que retratam de forma divertida características de animais – com personagens que vão de protozoários a dinossauros. Esse tipo de quadrinho, com personagens “soltos”, são alternados com as tiras de personagens fixos, entre os quais a barata Fliti, a rata Gatinha o rato Ruter – além do próprio Níquel Náusea.

niquelAntes de se lançar profissionalmente como cartunista, realizou seu único trabalho como médico veterinário: a captação e tratamento de animais de uma região da floresta amazônica que foi inundada para implantação da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, no Pará. Mas faz críticas a ação desenvolvida neste projeto, que segundo ele não trouxe reais benefícios para os animais. Na faculdade, criou cartazes para o centro acadêmico e fez uma prova sobre parasitologia toda em quadrinhos – formato que não agradou o professor, mas que foi obrigado a aceitá-lo porque as informações contidas nele estavam corretas. Além dos quadrinhos, Fernando Gonsales também faz ilustrações para livros, matérias de revistas e para publicidade.
Profissionalmente inicia sua carreira na Folha de São Paulo no ano de 1985, em tiras diárias, depois de vencer um concurso do próprio jornal. Além da Folha, onde trabalha até hoje, também tem seus desenhos publicados em outros jornais brasileiros como o Zero Hora (Porto Alegre – RS), Correio Brasiliense (Brasília – DF), e Diário do Comércio (Belo Horizonte – MG) sendo que, em média, 12 jornais no Brasil as publicam com regularidade, um jornal no exterior – o Diário de Notícias, de Portugal, e a revista mensal inglesa Jungle Drums.
Em 2005 colaborou com a linha de sandálias “Havaianas Cartunistas” criando um desenho com o tema Amazônia, ao lado de outros quatro cartunistas brasileiros, que trabalharam em cima de outros “temas nacionais”. Fora da esfera do desenho, criou roteiros para o extinto programa de televisão TV Colosso, da emissora Rede Globo. Seu processo criativo consiste em pensar no contexto, desenhar a lápis e depois passar o nanquim.

Sua revista em quadrinhos, a “Níquel Náusea”, vem sendo publicada desde 1986, por diversas editoras (Press, Circo, VHD) Também foi publicada em edições especiais (pela Bookmarker e mais recentemente pela Devir).
Ao final de 2005, seu acervo já contava com mais de 5000 tiras. Novas tirinhas podem ser vistas diariamente em seu site.

Revistas niquel nausea

Em ordem:
Editora Press – de 1986 a 1987 – 4 edições
Editora Circo – 1988 – 2 edições
Editora Palhaço – de 1989 a 1990 – 8 edições
Editora VHD – de 1990 a 1996 – 15 edições
Editora DEVIR – de 2002 a 2011 – 11 edições
Editora Bookmakers – 1999

Prêmios

Prêmios do Fernando
premiação do 21º Troféu HQMix
“Eu sempre achei que fazer quadrinhos não era uma forma de ganhar mulheres gostosas, mas desta vez ganhei”, brinca.
Ele se referia ao provocante troféu de Mirza, a Mulher-Vampiro, entregue aos premiados.
Fernando GONSALES ganhou por 2 vezes o Prêmio Angelo Agostini, mantido pela AQC-ESP, um de melhor roteirista e outro de melhor desenhista, e por 14 vezes o Troféu HQ Mix, entre 1989 e 2004, nas seguintes categorias:
• Melhor tira nacional de quadrinhos em 1989, 1990, 1991, 1993, 1994, 1996, 2001, 2003 e 2013
• Personagem destaque do ano para Níquel Náusea em 1998
• Melhor revista de humor – Níquel Náusea em 1992
• Melhor álbum de humor – Níquel Náusea em 1999 e Com mil demônios em 2002
• Melhor publicação de livro de tiras – Nem tudo que balança cai em 2003 e Vá pentear macacos em 2004

Tiras Níquel Náusea

Personagens

1) Níquel é um rato de esgoto cujo nome completo é Níquel Náusea. Como todos sabem, esse nome é inspirado numa personagem de Walt Disney, a vovó Donalda.

2) As baratas aguentam radiações maciças, altas temperaturas, pressões absurdas. Mas o barato Fliti curte mesmo um bom Baratox de ação prolongaaaaaaaada.

3) Gatinha é a rata que o Níquel acha uma gata. Tem um talento excepcional para produzir filhotes, que educa com o método pedagógico do tapão na oreia.

7) Rato Ruter é um rato mutante que tem o peso de um gato gordo, a capacidade digestiva de um tanque de ácido sulfúrico e o temperamento de uma motoserra desgovernada.

5) Sábio do Buraco é o ancião dos roedores. Alterna momentos de profunda sabedoria com momentos de pura esclerose. Difícil é descobrir qual é qual.

6) Um rato canalha, cheio de dentes, que adora usar um chapéuzinho muito suspeito, com orelhas arredondadas. Queria ser o Mickey mas é um Pateta.

7) Lindão por natureza, acha que entre os gênios do mundo está a sua mamãe, que gerou este monumento à estética e beleza universal.

8) Com uma população de 6 bilhões no mundo, alguns humanos acabam entrando em histórias só de animais. Aliás, quem disse que humano não é animal?

9) Em qualquer série de sucesso sempre aparece um pentelho querendo aparecer mais que os principais. É o caso desse nanico com calção vermelho-fogaréu.

personagens niquel náusea

entrevista de Fernando Gonsales

 

O cartunista Fernando Gonsales recebe seu HQ Mix de Publicação

1 Comentário Fernando Gonsales

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prove que você não é um robô! *