Marca de Fantasia relança Watchmen e a Teoria do Caos em versão ampliada

Relançamento deverá ocorrer ainda este mês


Resumindo, a Teoria do Caos é a ideia de que uma pequena mudança no início de um evento qualquer pode trazer consequências enormes e absolutamente desconhecidas no futuro. Por isso, tais eventos seriam praticamente imprevisíveis e caóticos.
Partindo desta ideia, o escritor Gian Danton analisou Watchmen, a aclamada obra criada por Alan Moore e Dave Gibbons, no livro teórico Watchmen e a Teoria do Caos (formato 13 x 19 cm, 96 páginas, R$ 16,00), que a Marca de Fantasia relança este mês, em uma versão ampliada.
Como seria um mundo sobre o qual os super-heróis realmente caminhassem? Como eles se relacionariam com os seres humanos normais? Quais seriam suas angústias? Que consequências isso teria? Em resposta, Alan Moore lança mão de um dos princípios da teoria do caos: o efeito borboleta.
Esse conceito foi elaborado a partir da grande dependência das condições iniciais apresentadas pelos fractais. A mudança de um único número pode transformar completamente o formato de um desenho fractal. A mesma regra vale para alguns eventos não lineares. Assim, o bater de asas de uma borboleta em Pequim pode modificar o sistema de chuvas em Nova York.
Moore transpôs o conceito para os quadrinhos. Se o bater de asas de uma borboleta pode ter consequências tão imprevistas, imagine o surgimento de super-heróis… Para Moore, o mundo jamais seria o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *