Tom e Jerry

Saiba mais sobre esse grande clássico dos desenhos animados, criado por William Hanna e Joseph Barbera

Tom e Jerry

Tom and Jerry é uma das mais tradicionais séries animadas de curta-metragens criada por William Hanna e Joseph Barbera para a Metro-Goldwyn-Mayer, cujo o tema é a eterna rivalidade entre um gato doméstico (Tom) e um rato (Jerry). A dupla começou em um curta da MGM chamado “Puss Gets the Boot”, que foi para os cinemas em fevereiro de 1940.

Trama e formato de Tom e Jerry

O centro da trama se baseia geralmente em tentativas frustradas de Tom de capturar Jerry, e o caos e a destruição que se segue.
Tom raramente consegue capturar Jerry, principalmente por causa das habilidades do engenhoso ratinho, e também por causa de sua própria estupidez. As perseguições eram eletrizantes e sempre vinham acompanhados por boa trilha sonora. Também eram utilizadas diversas armadilhas e truques que no final não davam resultado satisfatório como bombas e ratoeiras, coisas que eram fundamentais na rivalidade entre o gato e o rato. Alguns personagens também marcam presença na trama como o bulldog Spike e o rival de Tom, o gato Butch.

Depois de 1953, todos os desenhos de Tom & Jerry foram criados e produzidos no formato Academy Ratio; desde 1953 até 1956 alguns dos desenhos foram produzidos no formato Academy e no processo Widescreen Cinemascope. Desde 1956 até o fechamento do estúdio de animacão da MGM um ano depois, todos os desenhos animados de Tom & Jerry foram compatíveis também no formato Academy Widescreen. Todos os desenhos de Hanna-Barbera foram produzidos em Technicolor; os trabalhos dos anos 1960 foram feitos em Metrocolor.
Tom & Jerry inspirou uma versão em humor negro e sádica dentro de “Os Simpsons” chamada de “Comichão & Coçadinha” (Itchy & Scratchy).

História – A Era Hanna-Barbera (1940-1958)

Puss gets the Boot - 1940

Puss gets the Boot - 1940

A dupla começou em um curta da MGM chamado “Puss Gets the Boot”, que foi para os cinemas em fevereiro de 1940. O produtor Fred Quimby pediu a William Hanna e Joseph Barbera que desenhassem um curta, e a dupla de animadores teve a idéia de um desenho onde um gato perseguia um rato. Neste curta Tom se chamava Jasper e Jerry se chamava Jinx. Somente depois os produtores batizaram os personagens de “Tom e Jerry”. William Hanna e Joseph Barbera escreveram e dirigiram mais 113 episódios entre 1940 e 1957 (93 destes episódios foram produzidos por Fred Quimby), quando a MGM Cartoon Studio (local onde os desenhos eram produzidos) foi fechada, causando o fim do desenho original. O último dos 114 episódios foram lançados em 1958. A série original ganhou o Oscar de melhor curta de animação sete vezes.

Gene Deitch

Gene Deitch

A Era Gene Deitch (1960-1962)

Em 1960, a MGM decidiu produzir novos curtas de Tom & Jerry, então, o produtor William L. Snyder fez um acordo com o diretor Gene Deitch e seu estúdio, a Rembrandt Films para continuar a produzir o desenho em Praga, na Checoslováquia. Foram ao todo, produzidos 13 curtas pela Rembrandt Films. A dupla havia participado, na mesma época, da produção de alguns episódios de Popeye no pool de produtores para o seriado de TV coordenado pela King Features Syndicate.
Os desenhos produzidos por William Snyder e Gene Deitch foram muito criticados por adotar um formato totalmente diferente da série original, abusando da surrealidade, misturando motion blur com movimentos dos personagens extremante exagerados, adição efeitos sonoros bizarros e utilização excessiva de reverberação, além de diversas enfatizações gráficas.
Como eram produzidos na chamada Cortina de Ferro, não constava nos créditos no fim dos desenhos a frase “Made in Hollywood, USA”, mas sim “A MGM Cartoon“, numa tentativa de esconder o local da produção.

 

Chuck Jones

Chuck Jones

A Era Chuck Jones (1963-1967)

Depois que o último desenho produzido por Deitch foi lançado, Chuck Jones tinha sido despedido da Warner Bros. Cartoons após trabalhar lá mais de trinta anos, iniciou o seu próprio estúdio de animação, a Sib Tower 12 Productions com seu amigo Les Goldman. Então, a MGM contratou ele e seu estúdio para produzir os novos desenhos da série. Ao todo, a Sib Tower produziu 34 curtas entre 1963 e 1967.
Jones fez diversas adaptações nos personagens, mudando as suas personalidades e fazendo algumas mudanças na aparência de Tom, que teve a sobrancelha mudada e ganhou um tom de cinza mais claro semelhante ao da série original, e Jerry, que teve os olhos aumentados e orelha mais arredondada. O leão da MGM na abertura dos curtas foi substituido por Tom, tentando imitar os seus gemidos.
A MGM parou a produção de Tom & Jerry em 1967 época em que já tinha comprado a Sib Tower 12 renomeado-a de MGM Animation/Visual Arts.

 

Televisão

Desde 1965, os curtas de Hanna e Barbera foram editados para passar na televisão. A personagem que representa a dona de Tom foi substituida em alguns episódios por uma mulher branca e magra, além de ter sua voz substituida por um tom mais suave. Grande parte das cenas de violência também foi retirada para versão exibida no Reino Unido.

Novo proprietário

Em 1986, a MGM foi comprada pelo fundador da WTBS, Ted Turner. Turner, vendeu a empresa alguns anos mais tarde, mas continuou com direitos de Tom & Jerry, tornando propriedade da Turner Entertainment.

Alguns dos personagens principais de Tom e Jerry

Personagens de Tom e Jerry

Tom

Tom

Tom

Tom adora perseguir o rato Jerry mas, quase toda vez que tenta capturá-lo, vive se esborrachando, apanhando ou se metendo em encrencas.

Jerry

Jerry

Jerry

Simpático rato, o qual costuma fugir do Tom, enquanto são inimigos. Jerry adora queijo e também aprontar com o Tom.

Spike

Spike

Spike, o Buldogue

O buldogue que vive na casa do Tom. Em quase todas as suas aparições, aparece defendendo o Jerry do Tom (mas isso não significa que sejam amigos), ou simplesmente batendo nele quando o Jerry apronta. Spike e seu filho, Tyke já tiverem seus próprios episódios (num deles, um cão vira-lata malandro tenta fugir da carrocinha e pôr o Spike em seu lugar, já que, cães sem coleira serão recolhidos. Em outro, os donos da casa dão uma saída, e cabe a Spike não deixar o gato preto Butch entrar, que quer fazer uma festa com os amigos). E num dos episódios do desenho The Tom and Jerry Comedy Show (produzido pela Filmation), Spike e o cão Droopy são operários de construção, sendo chefiados por McLobo (Wolf) (que, geralmente, é mostrado nos desenhos do Droopy como seu inimigo, seja quando pratica atos ilícitos ou impróprios ou tenta fugir da prisão, seja quando ambos disputam o amor da bela Chapeuzinho Vermelho (Little Red Ridding Hood)). Quando Droopy e Spike são incumbidos de finalizar uma obra de construção em tempo recorde no dia seguinte, Droopy se torna vítima do sonambulismo, o que faz com que Spike o ponha para fazer todo o trabalho, enquanto dorme. No final, Droopy ganha do patrão o direito de folgar o resto do dia, enquanto Spike se dá mal. Spike nunca apareceu nos episódios produzidos Rembrandt Films, mas faz algumas aparições no episódio “Matinee Mouse”, produzido pela Sib Tower ¹² Productions (neste episódio (assim como no episódio “Shutter Bugged Cat”, também da Sib Tower ¹² Productions), são reaproveitadas cenas de desenhos antigos, mas no final, surge uma cena inédita com o Spike, ao lado do Tom e do Jerry). Na versão para quadrinhos, Spike é chamado de Pimpão, e sua cor de pele é marrom, ao invés de cinza(como no original).

Tyke

Tyke

Tyke

O filhote do Spike acaba sendo vítima de algumas brigas entre o Tom e o Jerry, o que leva o pai a querer bater no Tom. Dependendo das histórias, Tyke pode ser um bebê ou uma criança. Na versão para revista em quadrinhos, Tyke é chamado de Biluca, e assim como o pai, sua pele é na maioria das vezes de cor marrom(ao invés de cinza, como no desenho.).

Espeto (Tuffy, também conhecido como Nibbles)

Espeto

Espeto

O sobrinho de Jerry de fraldas rende muitas confusões, enquanto seu tio é perseguido pelo Tom. Faz as pazes com o Tom, num episódio em que, o Jerry tenta ensiná-lo a fugir de gatos, aprontar com eles, dribá-los e descobrir quando eles vão aparecer. Mas, tudo dá errado pois, no final, o Espeto vira amigo do Tom, e o Jerry é obrigado a ficar quieto, com o Espeto ensinando que, gatos e ratos devem ser amigos. O Tom (com um sininho dado pelo Espeto, que deveria servir para saber quando o Tom se aproxima, pelo barulho) concorda, mas o Jerry não. E noutro episódio específico, Espeto e outro ratinho (enviados para a toca do Jerry, vindos do orfanato) decidem brincar de índios, causando confusão com o Tom, e quase causando confusão também com Spike, o Buldogue. No final, todos fazem as pazes com o Tom, que ao fumar um cachimbo de índio, engole a fumaça. Espeto também já foi mandado à casa do Jerry pelo orfanato, no dia de Ação de Graças, tendo toda a comida da mesa, e no final, tendo sido alimentado pelo Tom (que, de tanto bater no traseiro do Espeto, deixou-o dolorido, e o Tom apanhou do Jerry, que o obrigou a alimentar o Espeto).

Butch

Butch

Butch, o Gato Preto (Butch, the Black Cat)

O maior rival do Tom, no que diz respeito a capturar o Jerry ou conseguir namoradas. Normalmente, os dois se dão mal em proporções iguais, enquanto tentam pegar o Jerry.Aparece em vários episódios e uns deles é o “Baby Butch”,no qual aparece como Bebê.

Courisco Relâmpago

Courisco Relâmpago

Courisco/Relâmpago, o Gato Alaranjado (Lightning)

Outro que, de quando em quando tenta pegar o Jerry, também tendo de encarar o Tom e suas artimanhas pela frente.

O Patinho Duque

O Patinho Duque

O Patinho Duque (Quacker ou Yakky Doodle, quando ganhou seu próprio desenho)

Quando o Tom não persegue o Jerry, ele pode estar perseguindo outras presas, como o Patinho Duque. Sempre que, o Patinho Duque se mete em encrencas ou em algum perigo, seu amigo Jerry vem salvá-lo, nem sempre com resultados totalmente positivos. Após o fim da série original, o Patinho Duque ganhou seu próprio desenho. Um dos episódios com este pato mais engraçado é um em que, ele (dentro do ovo) sem querer (e sem perceber) escapa do ninho, e vai parar embaixo do Tom, assim pensando que, o Tom é sua mãe (o Jerry tentou convencê-lo de que não, mas não adiantou, e ele achou que, o Tom queria dar banho nele, mas o Tom queria era comê-lo). Após inúmeras tentativas de comer o patinho, o Tom decide fingir que é a mãe dele, indo nadar com ele na água, e imitando o som dos patos. Também já apareceram no desenho a mãe do patinho Duque (que, no final, teve suas penas traseiras raspadas pelo Tom, com um cortador de grama, o que levou sem marido a fazer o mesmo com o Tom), e os amigos do patinho, que voavam para o Sul (o Patinho Duque era o único que não conseguia voar, mas após muito tentar e se machucar, conseguiu voar, com a ajuda do Tom – que desistiu de persegui-lo, e do Jerry). No curta The Duck Doctor, as penas dele mistura tonalidades de cinza, verde, vermelho e branco. É o único curta em que, sua penugem não é amarela, sem qualquer explicação oficial para isto.

Mammy Two Shoes

Mammy Two Shoes

A empregada da casa (Mammy Two Shoes)

A empregada negra da casa do Tom (cujo rosto nunca é visto) é capaz de bater no Tom e lhe chutar o traseiro, acaso este não capture o Jerry e o expulse de casa. No desenho mais recente (e também na refilmagem de um episódio antigo, onde a dona do Tom vai se divertir com as amigas, e o Tom dá uma festa com os amigos e muita música, atrapalhando o Jerry, mas no original era a dona da casa descrita acima, e na refilmagem, é a empregada), sua pele é branca, e não negra.
Como um personagem parcialmente visto, ela era famosa por nunca mostrar o rosto, exceto muito brevemente no Saturday Evening Puss.

Garotinha Ruiva

Garotinha Ruiva

Garotinha ruiva

Em alguns episódios, uma garotinha ruiva é a dona do Tom. Ela obriga o Tom a se vestir de bebê, com fraldas e tudo, e também a tomar mamadeira e óleo de rícino, o que leva Jerry e os gatos amigos e inimigos do Tom a zombarem dele.

Jeannie, a babá (Jeannie, the Babysitter)

Jeannie, a babá (Jeannie, the Babysitter)

Jeannie, a babá (Jeannie, the Babysitter)

Toda vez que, a babá do nenê do filho dos donos da casa do Tom aparece para o serviço, vai logo para o telefone, conversar com as amigas, num sinal de que não se preocupa com o bebê, acreditando que irá permanecer sossegado no berço. Então, o bebê sai do berço sozinho, indo para fora da casa. Quando Tom e Jerry tentam agarrar o bebê e levá-lo de volta ao berço, o Tom apanha da babá, que pensa que, ele está aprontando com o bebê. Num destes episódios, um policial acaba prendendo os dois, acusados de quererem sequestrar o bebê.

Primo Músculo (Muscles Mouse)

Primo Músculo (Muscles Mouse)

Primo Músculo (Muscles Mouse)

O primo musculoso do Jerry, que aparece às vezes para bater no Tom. Num episódio especial (O anel do mágico) aparece, junto com um outro rato, maltratando o Espeto.

Tio Pecos

Tio Pecos

Tio Pecos (Pecos Pest)

O tio violeiro de Jerry. Tom tem medo dele pois, cada vez que quebra uma corda de seu violão, Pecos logo corre para usar um dos fios do bigode do Tom, em substituição à corda quebrada. Num dos episódios de Tom and Jerry Tales, Pecos retorna, voltando depois para casa com sua esposa (uma vaqueira humana, que é gorducha, grandalhona e loira).

Urso dançarino (Dancer Bear)

Urso dançarino (Dancer Bear)

Urso dançarino (Dancer Bear)

Noutro episódio, é oferecida uma gorda recompensa, a quem capturar o urso dançarino fugitivo do circo. Mas, ele só dança quando escuta música. Quando ele vai parar na casa do Tom, acaba por dançar com ele (contra a vontade do próprio, claro!), enquanto o gato tenta perseguir o Jerry. No final, os dois dançam sem parar.

Canario Amarelo

Canario Amarelo

Canarinho amarelo

Em alguns outros episódios, o Tom tenta capturar o canário da casa, que geralmente vive numa gaiola. É mais um dos animais socorridos (ou auxiliados, dependendo do caso) pelo Jerry, na luta contra o Tom. Sua última aparição foi no episódio Matinee Mouse, produzido pela Sib Tower Productions.

Jumbo

Jumbo

Jumbo

Um elefante fugitivo de um trem, que se perde da mãe, e faz amizade com o Jerry. Enquanto sua mãe não aparece, o filhote defende o Jerry do Tom, e no final, ele e sua mãe se disfarçam de ratos gigantes, para assustar o Tom.

Foca

Foca

Foquinha (Baby seal)

Num episódio, esta foquinha foge do circo, e acaba fazendo amizade com o Jerry. Ao saber da recompensa pela captura da foca, o Tom tenta pegar o filhote, a todo custo. Porém, aos e disfarçar de foca, para tentar pegar o bebê, o Tom é confundido com ele, e levado ao circo. Tom ganha um peixe na boca, após imitar a foquinha no circo.

Gato Robô

Gato Robô

Gato-Robô e Rato-Robô (Robot-Tom and Robot-Jerry)

Aparecem nos três curtas situados no Espaço Futurista, produzidos pela Sib Tower 12 Productions. Eles aparecem estiveram em: O-Solar Meow (1967), Guided Mouse-ille (1967) e Advance and Be Mechanized (1967). Em ambos os episódios, o Tom controla um Gato-Robô, para deter um Rato-Robô, comandado pelo Jerry (um dos objetivos deste Rato-Robô é roubar o queijo da Patrulha em que, o Tom faz ronda, mas o Gato-Robô é mais rápido e esperto). No primeiro caso, os Robôs param de brigar, e após o Tom mandar o Jerry para a Lua e atirar com sua arma para o alto (como comemoração), o Tom é obrigado a consertar os estragos feitos na Estação Espacial, enquanto o Jerry se enche de Queijo na Lua. Já no segundo caso, os Robôs param de brigar, e Tom e Jerry acabam retornando à Pré-História, onde o Tom volta a perseguir o Jerry, no intuito de comê-lo. E no terceiro, os Robôs passam a controlar Tom e Jerry no final, como se ambos fossem os Robôs (os verdadeiros Robôs cansaram de serem escravizados, a troco de só apanharem um do outro, que é o que ocorre no final com Tom e Jerry).

Cão São-Bernardo (Saint-Bernard Dog)

Cão São-Bernardo (Saint-Bernard Dog)

Cão São-Bernardo (Saint-Bernard Dog)

Aparece num único curta da Sib Tower 12 Productions; dando bebida ao Tom para que ele possa se recuperar durante o frio; enquanto persegue o Jerry. Ao final, o Tom acaba saltitando pela água; de tão bêbado que ficou.

 

 

 

Polêmicas envolvendo Tom e Jerry
Polêmicas envolvendo Tom e Jerry

Assim como a maioria das séries animadas produzidas nas décadas de 1920, 1930, 1940, 1950, e 1960, Tom & Jerry não é considerado politicamente correto. Pelo menos vinte e quatro episódios foram acusados de possuir cenas racistas, como quando ocorre uma explosão ou algum liquido cai no rosto de um personagem e seu rosto fica negro, o que foi interpretado por algumas pessoas como racismo. Em consequência disso, diversas cenas foram editadas e cortadas de alguns episódios.
Em 2006 Tom e Jerry recebeu uma forte crítica do governo da Inglaterra, por ter sido exibido um episódio em que Tom fuma dentro de uma limosine. O governo inglês achou inaceitável a exibição daquela cena

Filmografia

Curtas-metragens
No Brasil, os desenhos de Tom e Jerry já foram exibidos na televisão aberta e na televisão por assinatura. Na televisão aberta, são exibidos exclusivamente pelo SBT. Na televisão por assinatura, são exibidos pelo Cartoon Network, tal como em Portugal.
Alguns desenhos dos anos 40 e 50, assim como os curtas produzidos na Rembrandt, Sib Tower e Filmation foram dublados no Brasil pela BKS. Os demais desenhos clássicos, em versão simplificada para a TV e com créditos no final, foram dublados pela Cinecastro, sendo estes, os primeiros a chegarem ao país.

Filme

Em 1992, foi lançado o filme Tom and Jerry: The Movie, onde Tom e Jerry ajudam uma menina a encontrar seu pai e fugir de sua malvada tia.
Vencedores do Oscar de melhor curta de animação:

• 1943: The Yankee Doodle Mouse
• 1944: Mouse Trouble
• 1945: Quiet Please!
• 1946: The Cat Concerto
• 1948: The Little Orphan
• 1951: The Two Mouseketeers
• 1952: Johann Mouse

Nomeados ao Oscar de melhor curta de animação, mas não venceram:

• 1940: Puss Gets the Boot
• 1941: The Night Before Christmas (Tom y Jerry)
• 1947: Dr. Jekyll and Mr. Mouse
• 1949: Hatch Up Your Troubles
• 1950: Jerry’s Cousin
• 1954: Touché, Pussy Cat!

Nomeados ao Annie Award de melhor animação, mas não venceram:

• 1946: Springtime for Thomas
• 1955: That’s My Mommy
• 1956: Muscle Beach Tom
• 2005: The KarateGuard

Séries de televisão

• The Tom and Jerry Show (ABC, 1975–1977)
• The Tom and Jerry Comedy Show (CBS, 1980–1982)
• The Tom and Jerry Hour (Nickelodeon, 1981–1984/Toon Disney, 1999–present)
• Tom and Jerry Kids Show (FOX, 1990–1995)
• Tom and Jerry Tales (WB/CW, 2006–2008)

Filmes

• Anchors Aweigh (film) (MGM, 1945)
• Dangerous When Wet (MGM, 1953)
• Tom and Jerry: The Movie (Miramax, 1992)

Filmes para a televisão

• Tom e Jerry: O Anel Mágico (Tom and Jerry: The Magic Ring) (Warner Home Video, 2002)
• Tom e Jerry: Rumo á Marte (Tom and Jerry: Blast Off to Mars) (Warner Home Video, 2005)
• Tom e Jerry: Velozes e Ferozes (Tom & Jerry and the Fast and the Furry) (Warner Home Video, 2005)
• Tom e Jerry: Em Busca do Tesouro(Tom e Jerry: Shiver Me Whiskers) (Warner Home Video, 2006)
• Tom e Jerry: O Quebra Nozes (Tom and Jerry: A Nutcracker Tale) (Warner Home Video, 2007)
• Tom e Jerry: Uma Pequena Aprendizagem (Tom and Jerry: A Little Learning) (Warner Home Video, 2008)

Videogames

• Tom and Jerry (video game) para Nintendo Entertainment System
• Tom and Jerry: The Movie (video game) para Sega Master System e Sega Game Gear
• Tom and Jerry para Game Boy
• Tom & Jerry para PC
• Tom and Jerry para Super Nintendo e Sega Genesis
• Tom & Jerry: Hunting High and Low para Amiga, Amstrad CPC, Atari ST, e Commodore 64
• Tom & Jerry: Frantic Antics para Game Boy, Sega Genesis
• Tom and Jerry: Mouse Attacks para Game Boy Color
• Tom and Jerry: Infurnal Escape para Game Boy Advance
• Tom and Jerry: The Magic Ring para Game Boy Advance
• Tom and Jerry: Mouse Hunt para Game Boy Color
• Tom and Jerry Fighting Games
• Tom and Jerry: War of the Whiskers para PlayStation 2, Xbox, e Nintendo GameCube
• Tom and Jerry in Fists of Furry para Nintendo 64 e PC
• Tom and Jerry: House Trap para PlayStation e Game Boy Color
• Tom and Jerry Tales (video game) para Nintendo DS
• Tom and Jerry Cheese Chase para Mobile phone
• Tom and Jerry Food Fight para Mobile phone
• Tom & Jerry Cat-astrophea para PC
• Tom & Jerry Refriger-Raidersa no www.cartoonnetwork.com
• Tom and Jerry Pinball Pursuit (Publisher: Glu Mobile) para Mobile phone

REVISTAS NO BRASIL:

Almanaque Abril Jovem – Ed. Abril – 1992 – 13 edições
Almanaque de Papai Noel – Ed. Ebal – 1951-1975 – 19 edições
Almanaque de Tom & Jerry _ Ed. Abril – 1991 – 2 edições
Almanaque de Tom & Jerry – Ed. Ebal – 1979 – 2 edições
Melhor de Tom & Jerry, O – Ed. Abril – 1990-1992 – 29 edições
Tom & Jerry – Ed. Abril -2002-2004 – 23 edições
Tom & Jerry – 2ª Série – Ed. Ebal – 1980-1981 – 4 edições
Tom & Jerry – Ed. Panini – 2004-2011 – 50 edições
Tom & Jerry (Papai Noel em Côres) – Ed. Ebal – 1970-1974 – 19 edições
Tom & Jerry (Papai Noel) – 1ª Série – Ed. Ebal – 1952-1959 – 100 edições
Tom & Jerry (Papai Noel) – 2ª Série – Ed. Ebal – 1959-1965 – 100 edições
Tom & Jerry (Papai Noel) – 3ª Série – Ed. Ebal – 1965-1976 – 100 edições
Tom & Jerry em Cores – Ed. Ebal – 1975-1982 – 92 edições
Tom & Jerry Especial – Edição Buscapé – Ed .Ebal – 1981 – 1 edição
Tom & Jerry Extra – Ed. Ebal – 1976-1979 – 46 edições

Revistas do Tom e Jerry na loja do Mania de Gibi

http://www.maniadegibi.com/loja/index.php?cPath=22_23_163

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prove que você não é um robô! *