Turma da Mônica: 50 anos (Parte 2)

Conheça outros personagens das histórias da Mônica que completam 50 anos em março

Turma da Mônica 50 anos

Outros personagens

Franjinha (1959)
franjinhaO menino-cientista da Turma. Inspirado no próprio Mauricio quando este tinha dez anos. Está sempre fazendo experiências em seu laboratório e faz muitos inventos, suas principais invenções são as máquinas do tempo que foi tema do filme Uma Aventura no Tempo. É apaixonado pela Marina, menina que admira tanto pela beleza quanto pela inteligência, e tenta conquistá-la com suas invenções que, na maioria das vezes, falham. Franjinha e Bidu foram os primeiros personagens criados pelo Mauricio de Sousa.

Maria Cebolinha
Maria cebolinhaBebezinho, irmã do Cebolinha.
Inspirada na filha mais velha de Mauricio; Mariangela.

 

 

 

Anjinho (1964)
AnjinhoO anjo da guarda da turma, que desce das nuvens para se misturar com as crianças e protegê-las de algum acidente, se possível. Seu maior problema é quando a turma de moleques apronta com a Mônica. Daí não consegue evitar as coelhadas que Mônica distribui para todos os lados nos meninos. Às vezes sobra até para ele. Volta e meia tem que dar uma subidinha para “receber ordens”, mas volta correndo para continuar brincando com a Turma. Em sua primeira aparição, está de castigo na Terra por ser um anjinho arteiro. É nessa época que conhece o Cebolinha e o resto da Turma. Em algumas histórias é citado que só as crianças podem ver o Anjinho e outros anjos, o que é bem contraditório a outras histórias em que os adultos vêem os anjos normalmente. Na verdade, o que deveria ser dito é que os anjos podem ser vistos por crianças e adultos que tenham fé.

Anjinha
AnjinhaÉ a namorada de Anjinho e aparece em poucas historinhas.

 

 

 

 

Xaveco (1963)
xavecoSua principal característica é não possuir característica nenhuma (o fato de ele ser “o” personagem secundário tem sido uma piada recorrente em tempos recentes). Ele é o único personagem a ter os pais divorciados e uma irmã mais velha chamada Xabéu. Numa tira ele havia mencionado um irmão, que nunca apareceu. Anteriormente, seu nome era escrito com “Ch”, pois seu cabelo lembrava a forma de uma chave. Antigamente ele usava um vestido (na verdade era um camisetão como o do Coelho Caolho), então ele passou a usar os famosos “shortinhos”. Recentemente, os pais de Xaveco se separaram e Xaveco passa alguns fins-de-semana com ele em várias historinhas engraçadas em clima “Pai e Filho”. Xaveco sempre tenta ver o lado positivo de tudo. Apesar de seus pais estarem divorciados, se dão muito bem, participaram até de um programa de televisão, o “barraco entre famílias” e venceram da família do Cebolinha. Atualmente, tem aparecido com mais frequência nas histórias, contracenando principalmente com o Cebolinha.

Titi (1960) – (Timóteo)
TitiMenino dentuço como a Mônica, vive dando em cima de outras garotas apesar de ter uma namorada, a Aninha. Recentemente, passou a integrar a Turma do Bermudão. Se sente excluído da turminha, as vezes.

 

 

 

Aninha (1970)
AninhaNamorada do Titi. Muito ciumenta, odeia quando o namorado paquera outras garotas e faz o maior escândalo quando o pega no flagra ou vê pistas de suas paqueras, mas sempre se reconciliam. Na Turma da Mônica Jovem, as coisas parecem se inverter, e Titi é quem demonstra sérios ciúmes dela, como visto no Turma da Mônica Jovem Nº12.

 

 

Jeremias (1960)
JeremiasPor muito tempo foi o único menino negro da turma. Sempre usa boné pensando que era para esconder o fato de que ele é careca, embora todos saibam disso; mais tarde foi revelado que o boné era de um avô. Assim como Franjinha e Titi, ele é mais velho que os personagens principais da Turma e hoje faz parte da Turma do Bermudão. Hoje, ele é pintado de marrom, mas antigamente (mais precisamente no anos 70) ele era pintado de preto. Seu tataravô, o príncipe Jeremim, foi trazido para o Brasil na época da escravidão e ajudou inúmeros escravos a fugir.

Manezinho – (Manuel)
ManezinhoApareceu nas primeiras edições da revista da Mônica e depois andou sumido. Ultimamente, voltou à categoria de personagem secundário, integrando a Turma do Bermudão, sua família é portuguesa e ele é parente do Antônio Alfacinha.

 

 

Dudu (1989)
DuduAmigo e vizinho direto da Magali, é tido como irmão caçula dela (na verdade, nas temporadas mais recentes, mais precisamente em 2003, é revelado que os dois são primos, sendo que o pai dela é irmão da mãe dele). Dudu é o oposto dela, não tem apetite, geralmente ele nem toca no almoço que sua mãe prepara, reclamando do almoço. Aliás, costuma reclamar de muita coisa, inclusive do Mingau, (a quem chama de Pudim), e de quem morre de medo, o que faz Magali o achar um chato e um mala-sem-alça de primeira, por essa razão e por ser mais novo que a maioria dos personagens, tenta brincar e aprender (ou mesmo aprontar) com eles, mas é evitado por muitos. Apesar disso, é mimado pelos pais e protegido pela Magali, sendo que tem um ciúme dela, principalmente quando ela está com o namorado Quinzinho. Também é dono de uma inteligência invejável (e cômica) para sua idade.

Maria Cascuda
Maria cascudaNamorada do Cascão. Muitas vezes se mostra sujinha como ele, mas não concorda com os hábitos sujos dele, e concorda que ele deveria tomar banho. Entre as meninas, é colega da Mônica e Magali, mas muitas vezes Carminha Frufru tenta jogá-la contra as duas, criando fofocas e afins. Seu nome verdadeiro é Gabriela Silva, revelado em algumas histórias.

 

Quinzinho
QuinzinhoApaixonado pela Magali. Trabalha com os pais em uma padaria e sempre leva alguns quitutes para ela. Ele, por namorar a Magali, é alvo dos ciúmes do Mingau e do Dudu, uma vez em que a Magali dá mais atenção a ele do que a eles. Seu pai, o Seu Quinzão não aprova seu namoro, pois pensa que isso um dia o poderá levar a falência. Porém, ele acaba sempre cedendo à felicidade do filho, e o deixa continuar o namoro.

 

Humberto (1960)
humbertoNão fala, pois nasceu com um tipo raro de paralisia cerebral, mas escuta tudo perfeitamente, contrariando uma recente citação de ser surdo . Comunica-se com a linguagem de sinais, que é representada por um balão de fala em formato de mão – ou por meio de murmúrios “hum-hum” na tentativa de se expressar verbalmente com quem estiver próximo a ele. Quando alguém pergunta algo a ele, nem sempre entende a resposta.

Do Contra (1994)
do contraO personagem Do Contra, a exemplo de outros personagens da Turma, é baseado em um filho de Maurício, homônimo ao pai. O personagem possui uma “aura” de contradição que, aparentemente funciona com animais, diz amar a Mônica mas o Cebolinha já conseguiu fazê-lo participar de um plano infalível, indiretamente. Nas historinhas ele é irmão mais velho de Nimbus, que também é baseado em um dos filhos do Mauricio, Mauro. Na Infância, o Mauricinho costumava ter alguns hábitos estranhos, como mostra o “Mônica 40 anos”, ele comia arroz com melancia e não torcia para o Brasil nas copas. Do Contra demonstra gostar da Mônica. Tanto que em uma historinha ele se declarou, mas Mônica não sabia se ele estava falando ao contrário ou de verdade.

Nimbus (1994)
NimbusEste, que é o irmão mais novo de Do Contra, também é baseado em um filho de Maurício, Mauro. É muito amigo do Cascão por possuir medo de trovões, mas, não de água. Sabe fazer a previsão do tempo e truques de magia, o que às vezes o metem em sérias enrascadas e que também agrada as meninas.
Marina (1994)

Baseada em uma filha homônima de Mauricio, assim como Mônica, Magali e Mariângela (Maria Cebolinha) assim como sua inspiração, tem uma exímia habilidade de desenhar e, mesmo no gibi é filha do Mauricio, de quem ganhou um lápis mágico que é capaz de dar vida aos desenhos e, que já lhe causou inúmeras encrencas, principalmente porque vive perdendo este, mas quando necessário, faz uso de uma borracha mágica para apagar os erros cometidos. Ela parece ser bem amiga do Franjinha, que é apaixonado por ela. Tem um medo tremendo de cachorros, especialmente do Monicão.

Luca (2004)
LucaSeu apelido é Da Roda por andar em cadeira de rodas, mas nem por isso deixa de se comportar como uma criança normal. Sua cadeira (motorizada) tem funções especiais criadas pelo Franjinha. Seu nome de trabalho era “Paralaminha” (referência a Herbert Vianna de Os Paralamas do Sucesso)e no início tinha o apelido de Da Roda. Ele sabe nadar muito bem e é um ótimo jogador de basquete. As meninas o consideram o “maior gatinho”, como a Mônica. Ele aparece no filme “Turma da Mônica-Uma Aventura no Tempo”.

Dorinha (2004)
DorinhaUma menina cega que tem a ajuda de seu cão-guia Radar e, é claro, de toda a turminha para guiá-la. Inspirada em Dorina Nowill, amiga de Mauricio. Assim como o Luca, não deixa de se comportar como uma criança normal. Ela já nasceu cega e não sabe exatamente a aparência das coisas, mas, como ela mesma diz, pode imaginar. Ela tem os outros sentidos muito apurados. Numa revista do Cebolinha, mostraram que a cor dos olhos da Dorinha são azuis. Sua mãe a ajuda com as roupas, Dorinha está sempre Fashion e ás vezes até lança tendências de moda no bairro.

Bloguinho (2004)
bloguinhoSuas falas são repletas de emoticons e abreviações comumente utilizadas na internet. Usa óculos, assim como o irmão, Teveluisão, porque eles vivem grudados na telinha (ele no computador e o outro na televisão). Seu cabelo tem a forma de um arroba (@).

A partir da edição da revista Cebolinha nº 221, a Turma da Mônica ganhou um novo amiguinho: o personagem Bloguinho, um garoto aficionado por Internet, que trará o “internetês”, língua utilizada no mundo virtual (salas de bate-papo, ICQ, Messenger, E-mail, entre outros), para as histórias em quadrinhos.
Logo na estréia, Bloguinho transforma as páginas da historinha numa grande salada de expressões “internéticas”, misturando às suas falas palavras como nick, chat, blz e emoticon, entre outras, até então de uso restrito dos internautas. Os personagens Cebolinha e Cascão, que foram os escolhidos para dar as boas-vindas ao Bloguinho, quase ficam malucos com tamanha novidade. Cebolinha acha a língua tão estranha, diferente e incompreensível que questiona se é grego. Cascão, querendo dar uma de amigo esperto, ainda responde: “Ai Cebolinha! Não me faça passar vergonha. Tá na cara que é francês”!
Irmão caçula do TV Luisão, personagem que não desgruda por nada da telinha, Bloguinho será responsável por trazer, apresentar e implementar esta nova língua aos leitores das historinhas de Mauricio de Sousa. Mesmo aqueles que já vivem a realidade do “internetês”, certamente irão aprovar este toque bem-humorado de inovação dos personagens da Turma da Mônica. E, para aqueles que, assim como o Cebolinha e o Cascão, ainda vêem o “internetês” como algo estranho, será uma portinha de entrada para a familiarização com as expressões dessa linguagem da “era digital da comunicação”.

Teveluisão (1963)
TeveluisãoO nome já diz tudo: é um menino que adora ver televisão. Ele possui óculos, uma camisa listrada azul e branca, possui um cabelo “raspadinho” e é famoso por viver na frente da televisão.
Ele é irmão de Bloguinho e participa de histórias que querem levam as crianças a verem que o mundo é bem mais legal do que ficar trancafiado em casa apenas assistindo televisão!
Em uma história, a Turma do Bermudão quer que o Teveluisão saia de frente da TV, e nisso, eles convocam o Teveluisão para ser do grupo. Porém, ele não sabe andar de skate, nem usar gírias, ele não havia bermudão e não conseguiu se dar bem com as garotas. Nesse pouco tempo, Teveluisão já foi da Turma do Bermudão.

Zé Luís (1960)
Zé luisMenino de óculos, o mais alto da turma. Junto com o Teveluisão, faz parte dos mais velhos da turma. Possui aproximadamente 13 anos, é inteligente e vive ajudando os garotos da Turma nas matérias da escola. Curiosidade: já foi irmão mais velho da Mônica quando foi criado.

 

 

Xabéu:
XabeuA irmã mais velha de Xaveco, não gosta muito das brincadeiras do irmão, pois se acontece algo mais grave, ela acaba levando a culpa. Seu nome completo é Xabéu Lorota. A princípio deveria ser Loreta, mas o escrivão se enganou. Ela é uma adolescente cheia de atitude, roqueira, tem uma tatuagem no braço direito e não gosta de se misturar com meninas fúteis e patricinhas. Xabéu, por ser bonita, faz todos os meninos do bairro se apaixonarem por ela. Ela também trabalha como babá da turma (Dudu, Cebolinha, Mônica, etc.) de vez em quando para juntar uma graninha. Ela substituiu o irmão do Xaveco que ele havia mencionado numa tira, mas nunca apareceu. Xabéu é loira, geralmente está de rabo de cavalo, e quase sempre traja um jeans azul claro.

Denise (1989)
DeniseAntigamente, Denise era apenas mais uma personagem secundária, que aparecia às vezes como a melhor amiga da Carminha Frufru. É uma boa amiga, mas as vezes é fútil, falsa e adora fofoca. Já foi loira, morena, ruiva e usou os mais variados penteados e figurinos. Isso é explicado na história “O Concurso De Denises”. A história explica-nos os diferentes tipos de cabelo da Denise de uma forma muito simples: todas as “Denises” contratadas para as historinhas se despedem devido ao fato de serem uma personagem secundária sem importância. Até que é revelado que a Denise original tem o cabelo castanho.

Soninha
SoninhaIrmã caçula da Denise, filha de Dona Danusa e de Seu Denilson, apareceu na Revista da Magali Nº19 Editora Panini e foi falada na edição Mônica Nº 16 também da Editora Panini. Como a irmã, tiveram várias brigas, como o Cebolinha e sua irmã, mas mesmo assim Soninha não é tão “louca” como sua irmã. Denise vive brigando com ela por causa de Peladinho e Shiva, os bichinhos de estimação da irmã.

 

Robertinho
RobertinhoConsiderado pela Mônica, Magali e por algumas outras meninas como o mais fofo do bairro, o moreno de cabelos lisos (às vezes crespos) é um garoto educado, e diferente de Fabinho ou Ricardinho, não é arrogante. Muitas vezes inventa desculpas ou situações para disfarçar suas intenções, por mais que boas.

 

 

Reinaldinho
ReinaldinhoLoiro de cabelos cacheados, é outro galã da turma que mora na rua de baixo. É do tipo mais tímido e introvertido, e assim como Robertinho, é um garoto meigo e simpático, apesar de perder a paciência com as tentativas constantes de algumas meninas (como a Mônica) em conquistá-lo (geralmente o envolvendo nas situações mais loucas). Apareceu pela primeira vez na história Como atravessar a sala, onde é chamado de Ronaldinho, e tem uma personalidade finese combinada com um ressaltado jeito afeminado.

Seu Juca (1982)
Seu jucaAparecia sempre de emprego novo nas historinhas da Turma e acabava enlouquecendo e fugindo quando Mônica e seus amiguinhos apareciam para “ajudar”. E em cada “ajuda” Seu Juca acabava severamente encrencado e tinha como consequência principal nova demissão por justa causa (que de justa, pelo menos para ele, não tinha nada). De tanto perder empregos, ficou com medo da Turma e frequentemente é visto internado em hospícios, embora algumas vezes tenha escapado de enlouquecer. Uma vez já foi para roça do Chico Bento. Já exerceu inúmeras profissões:
- Dono de Pet Shop;
- Astronauta;
- Mágico;
- Animador de festa de aniversário(como Ursinho Bilu);
- Faxineiro;
- Pintor de paredes e quadros;
- Trapezista;
- Motorista de ônibus;
- Bombeiro;
- Jardineiro;
- DJ de rádio;
- Bibliotecário;
- Coveiro(no cemitério do Penadinho);
- Dono de loja de cabides para canhotos;
- Alimentador de tubarões;
- Dono de fábrica de pinheiros de Natal;
- Padre;
- Eremita;
- Veterinário;
- Limpador de muros(seu primeiro emprego, retratado em Cascão número 3, Abril)e vidraças;
- Peão, e etc.

Veja a parte 1

Na próxima semana tem mais!

2 Comentários Turma da Mônica: 50 anos (Parte 2)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ 1 = seis

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>