O Fabuloso Quadrinho Brasileiro de 2015

História procura dar um panorama do que foi produzido por quadrinhistas do País no período de julho de 2014 a junho de 2015.

O Fabuloso Quadrinho Brasileiro de 2015

Organizado por Rafael Coutinho e Clarice Reichstul, o livro conta com o jornalista e tradutor Érico Assis como editor convidado.

A partir de uma chamada via internet, 259 autores nacionais enviaram sua produção no período. Outros foram convidados por organizadores e pelo editor. No total, 37 nomes foram selecionados para compor as 304 páginas da antologia.

A obra será a primeira de uma série. A cada ano, um editor ou editora convidado seleciona o que considera o melhor da produção de quadrinhos brasileiros – seja impresso ou digital, de grandes editoras ou independente, de tiras a graphic novels.

A seleção de 2015 traz trechos de álbuns como Dois Irmãos, de Fábio Moon e Gabriel Bá a partir da obra de Milton Hatoum; Talco de Vidro, de Marcello Quintanilha, e Klaus, de Felipe Nunes; seleções da vasta produção de tiristas – Laerte, Alexandra Moraes, Odyr, Ricardo Coimbra – e material até então restrito à internet – de André Ducci, Pedro Cobiaco, LoveLove6, Pacha Urbano, dentre várias outras HQs completas e parciais que vão desde a tradição da crítica social mordaz até os expoentes do mangá no Brasil.

O-Fabuloso-Quadrinho-Brasileiro-de-2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


sete × = 42