Zarabatana lança Erzsébet, do quadrinhista português Nunsky

O título é um lançamento da Zarabatana Books

Erzsébet Báthory, a infame condessa húngara contemporânea de Shakespeare, ao contrário deste, encarnou como poucos o lado negro e animalesco do ser humano.
Atribuem a Erzsébet centenas de crimes inomináveis – e por isso ficou conhecida como Tigresa de Csejthe e Condessa Sanguinária – que a colocaram no mesmo

lendário patamar de Gilles de Rais e Vlad, o Empalador. Por detrás de seu rosto pálido, de olhar impassível e melancólico, ocultava-se o próprio demônio Ördög.
Em Erzsébet (formato 16 x 23 cm, 144 páginas), o português Nunsky recria a vida sombria desta personagem misteriosa e assustadora. O álbum ganhou o prêmio de Melhor Desenho no Festival de BD de Amadora em 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


× dois = 10